Acidentes Acontecem

publicidade

É claro que os pais não conseguem evitar que os filhos caiam, escorreguem, tropecem, mas proteger a criança de maneira correta durante os passeios ajuda, e muito, a evitar acidentes graves.

Na hora de levar seu filho para aprender a andar de bicicleta na pracinha, por exemplo, ir munido de capacete e joelheira é fundamental. Os apetrechos ajudam a evitar ferimentos em casos de tombos.

Outro bom exemplo são as boias e coletes na hora de nadar no mar ou piscina. Mesmo que a criança esteja acostumada com a água, ela não deve ficar desprotegida nem por um minuto.

Alguns parquinhos, embora sejam feitos especialmente para crianças, oferecem muitos riscos.

Criança fazendo careta de dor após cair da bicicleta.

Verifique as condições dos brinquedos. A falta de manutenção pode ocasionar tombos feios se os brinquedos estiverem quebrados. É necessário que o chão esteja coberto por areia fofa com pelo menos 30 cm de profundidade, borracha sintética ou qualquer material similar que absorva o impacto, caso ocorra alguma queda. Fique atenta para que o seu filhote não esteja usando o equipamento errado para a sua faixa etária. A garotada que desafia os brinquedos adequados para os mais velhos correm maiores riscos de acidentes.

Para evitar acidentes graves, é recomendado fazer uma rápida inspeção sempre que chegar com a criança em um lugar para brincar. Cheque se o piso está molhado ou escorregadio, se existe alguma marquise ou vão por onde a criança possa cair ou se há por perto objetos pontiagudos que a criança possa se machucar. Com o treino, os olhos dos pais logo começam a detectar esses perigos.

publicidade
publicidade